aretha Nenhum Comentário

Os incentivos financeiros desalinhados da cadeia da saúde fazem, muitas vezes, com que os seus atores tenham interesses distintos, causando ruptura e destruição de valor.

Tal distância causa ruído na comunicação, desconfiança, fraude e falta de transparência. A mudança cultural para uma visão conjunta de valor e eficiência é um fator de sucesso para que os modelos de pagamento baseados em valor vinguem e prosperem na cadeia.

Proposição – O processo de implementação de Modelos de Pagamento Baseados em Valor pode ser um catalisador na construção de uma visão conjunta e consequentemente maior alinhamento e confiança entre os agentes.

Para aumentar o entendimento entre os atores é importante:

Inclusão de todos os atores no desenvolvimento destes modelos e engajamento dos mesmos desde o início – A tendência natural é que o desenvolvimento destes modelos se restrinja às operadoras de saúde e aos prestadores de serviço. Para aumentar a chance de sucesso é importante envolver também a indústria, os profissionais de saúde e as lideranças das empresas que contratam as operadoras de saúde.

Criação de pilotos que tenham como base os pilares e fundamentos dos modelos de pagamento baseados em valor utilizando boas práticas – Eles podem servir como um exercício de estímulo para alinhar os interesses e incentivos entre os stakeholders de toda a cadeia. A implementação gradual via pilotos, com gerenciamento a alinhamento de governança conjunta (por exemplo, com a formação de um Comitê Técnico conjunto para definição de métricas e processos), pode ser um primeiro passo importante.

Trecho da publicação ICOS Modelos de Pagamento Baseados Em Valor