aretha Nenhum Comentário

WhatsApp Image 2018-10-05 at 12.31.58(1)

O Instituto Coalizão Saúde, em parceria com a Optum, realizou nesta sexta-feira, 5 de outubro, em São Paulo, o Fórum de Segurança e Privacidade de Dados Pessoais e seus Impactos no Setor da Saúde. O evento foi aberto por Giovanni Guido Cerri, vice-presidente do ICOS, e por Patricia Ellen, presidente da Optum. Em debate, a Lei Geral de Proteção de Dados, que estabelece as regras sobre coleta, armazenamento e compartilhamento de dados pessoais.

Em sua fala de abertura, Cerri afirmou aos presentes que a legislação “dá mais tranquilidade aos pacientes em relação a suas informações”. “Estou convencido que este é um avanço importante para o SUS, para a área privada, e para o paciente, que vai saber que seus dados têm uma regulação quanto à sua privacidade.”

WhatsApp Image 2018-10-05 at 12.31.59

Em sua apresentação, Patricia Ellen destacou o enorme volume de dados que são produzidos atualmente e a velocidade cada vez maior com que são processados. Disse, ainda, que a boa utilização desses dados poderá trazer enormes benefícios para os pacientes. Mas fez a ressalva que 80% dos dados da saúde ainda não estão estruturados.

WhatsApp Image 2018-10-05 at 12.31.58(2) (2)

Ellen ressaltou, por fim, a importância fundamental de se discutir todas as questões éticas envolvidas no uso de dados de pacientes e no desenvolvimento de novas tecnologias.

O evento contou com a participação de Ramon Alberto dos Santos, advogado especialista em tecnologias, Cláudia Cohn, presidente da Abramed, entre outras pessoas de destaque na área, que se revezaram entre apresentações e debates sobre o tema da segurança de dados em saúde.

 

WhatsApp Image 2018-10-05 at 12.31.58